amar e depois esquecer
antes
depois
ausentes outra vez

porque uma vez dois
o infinito está em ferida

depois
vêm os mundos a arder
a imensidade em expansão

e já ninguém agarra a dispersão das coisas
a rasgarem-se
contra o nada

amar
e ser madrugada

sem antes nem depois
sem um nem dois

apenas

a brisa da manhã
e os passos apressados
em direcção à sombra quando o sol é inclemente

mas isto só resulta
se não tivermos consciência
de que os dias
as tardes
e a quietude das giestas
quando a noite está à espera
são parte
do que somos

Comentários

Mensagens populares