o Sul do pássaros

Quero o Sul dos pássaros
o Sul onde os vampiros não sugam o sangue violáceo aos poetas
nem se vestem de anjos e se escondem nos reposteiros ígneos da tarde
O Sul
só partida e golpe de vento
e o calor que eleva o pó da terra até ao céu que não se esconde
para onde os pássaros vão
quando a vida é um imenso litoral onde se pressentem aromas de lonjuras para lá da imaginação
esse o Sul para onde os pássaros vão
e aonde eu quero não chegar
tão sem mim
que até as ervas não se importem com a presença
de quem não está onde quer
deitado à sombra duma árvore
a sentir o húmus a fermentar dentro da terra
no Sul onde os pássaros deixam de ser pássaros
porque ninguém os vê a serem pássaros

Comentários

Mensagens populares