canto



o coração alado
parte para dentro e afunda-se
deixa no ar a loucura do amante
perdido sempre do que seja amar
confusão divina luciferina sorte
de nem saber da morte limite ou realidade
peregrino da verdade criança naufragada
em lembranças de luz baila com o nada
a dança da madrugada sem medos ou ilusão
coração relicário
que guarda a lembrança perene
do Rosto absoluto
bela lembrança de cristal e saudade alucinada
e no fundo o sul o azul e a estrela d'alba
a impermanência sagrada da perdição

Comentários

Mensagens populares