pranto




o pranto profundo
de dentro da alma do mar mais alto
o grito calado
a amargura de ser alado debaixo do chão
nascer ver o sol sonhar com o imenso
amar mais que tudo que a vida que o infinito
e ser apenas o que ama
o que sonha nas flores com o mel do depois
e fica na espera largado
a inutilidade do fogo
a mordência da ausência do vento
o cheiro da areia que fica para além
o vazio que dança no acaso e se esvai
todas as coisas são no colapso
rompimento da graça
de linho tecida no tempo do pleno
imune à morte
pasto do esquecimento
vivo e só
só vivo
tudo

Comentários

Mensagens populares